Arquivo da categoria: Blog

OS BENEFÍCIOS DA ESCALADA ESPORTIVA

Sem dúvida, você já viu algumas pessoas subindo em paredes montadas, repletas de agarras artificiais. Trata-se da escalada esportiva, modalidade descendente do Alpinismo que cada vez mais adquire adeptos. Essa prática foi criada pela necessidade de treino principalmente no inverno europeu, muito rigoroso.

Assim, a escalada, que antes era praticada apenas em contato com a natureza, foi adaptada para a prática indoor em galpões com muros construídos para a prática de técnicas usadas em ambientes outdoors. Em seguida, a prática em ginásios de escalada cresceu, abrindo portas para a prática da escalada esportiva em academias e até em escolas, sempre priorizando a segurança do praticante.

A escalada esportiva pode ser praticada por pessoas de todas as idades, incluindo crianças, mas é preciso ter uma boa orientação através de instrutores capacitados para aprender a técnica empregada e o uso correto dos equipamentos.

Veja abaixo, os benefícios desta prática esportiva:

Aumento da resistência muscular;

Trabalha também a explosão muscular;

Melhora a flexibilidade, a coordenação motora, o equilíbrio, a consciência corporal e o controle sobre o corpo, além de trabalhar aspectos psicológicos como medo, concentração e atenção;

Elimina o estresse e traz bem estar físico e mental.

A escalada esportiva nas escolas tem revelado atletas de ponta no cenário nacional, além de formar escaladores que se apaixonam pela atividade e que levam essa mesma admiração para escaladas em rocha.

Vale a pena experimentar!

Fonte: Vila Mulher

Petra Medicina do Trabalho Campinas

Jiu-Jitsu é bom e emagrece mesmo!

O jiu-jitsu ou a “arte suave” é uma das mais antigas artes marciais do mundo caracterizado por aplicar nas lutas técnicas de defesa pessoal, reconhecidas pela sutileza em utilizar apenas o corpo como instrumento de defesa e ataque.

Com técnicas baseadas nas alavancas, torções e pressões do corpo e usando a força do oponente como estratégia para a imobilização, essa arte de luta dos antigos guerreiros transformou-se num esporte bastante difundido e praticado em todo mundo.

O jiu-jitsu apesar de ser um esporte de luta, de muito contato físico, possui caráter estratégico o que exige muita técnica, concentração, determinação, atenção e principalmente respostas rápidas do corpo. Não é uma luta agressiva, muito pelo contrário, preza sempre pela integridade física de seus praticantes.

Mesmo com espírito de competitividade entre os praticantes os seus ensinamentos vão muito mais além do que o simples domínio das técnicas de luta. Os benefícios são visíveis na saúde física, emocional e também no convívio social.

O desenvolvimento da parte física é uma consequência dos intensos treinamentos, porém o domínio da técnica é fundamental para se destacar neste esporte. Durante os treinos, que são praticados na maior parte do tempo no chão, são executados diferentes movimentos exercitando os mais variados músculos.

É uma atividade física bastante cansativa e quando você não consegue mais usar a força física, daí é o momento em que mais se desenvolve o seu jiu-jitsu. Para vencer o seu oponente é preciso manter a concentração, uma boa respiração, usar a força mental e uma boa estratégia.

Conheça 10 Benefícios do Jiu-Jitsu

  1. Defesa pessoal;
  2. Melhora autoestima, autoconfiança e desenvolve o caráter;
  3. Define o corpo, abdômen e quadril, com treinos periódicos os resultados surgem entre 4 e 5 meses;
  4. Acelera o metabolismo promovendo a queima de calorias também no período de repouso;
  5. Ajuda a perder barriga e emagrecer;
  6. Aumenta a resistência do organismo;
  7. Melhora a capacidade cardiovascular e respiratória;
  8. Ajuda a desinibir os tímidos e acalmar os agitados e ansiosos;
  9. Aumenta a flexibilidade a coordenação motora e os reflexos;
  10. Reduz o estresse e a ansiedade.

Para quem deseja perder peso, entrar em forma e adquirir um bom condicionamento físico praticar o jiu-jitsu é uma excelente opção. Os treinos exigem um grande esforço físico com um gasto calórico muito alto, podendo chegar a uma queima de 1000 calorias em uma hora de aula, entre alongamentos, aquecimentos com posições de luta e finalizando com as posições de aula com várias repetições.

Atualmente é uma prática esportiva bastante procurada por pessoas de todas as idades. Principalmente entre as mulheres na busca por um corpo saudável e bem definido.

 

Benefícios do Jiu-Jitsu para As Mulheres

Para as mulheres que praticam o jiu-jitsu além dos benefícios à saúde já citados anteriormente proporciona também vantagens na parte estética. Como a atividade emagrece e define o corpo, essa definição se evidencia não somente na área da barriga, mas também nos braços, pernas e quadril.

O treino é um esforço físico constante o que ajuda a desenvolver a força física feminina aumentando a massa muscular, consequentemente diminuindo a possibilidade do aparecimento de estrias, celulites, gorduras localizadas e até mesmo das varizes.

E geral as mulheres têm mais flexibilidade do que os homens e o jiu-jitsu feminino se destaca em relação aos demais esportes pela flexibilidade. A própria luta já é um exercício de alongamento. Essa atividade física promove uma boa saúde física e mental, tonificando os músculos e definindo o corpo um desejo comum da maioria das mulheres.

Não há dúvida de que para fugir do sedentarismo espantar uns quilos extras, definir o corpo e ainda melhorar a qualidade de vida é preciso movimentar-se. E para isso existem diversas opções de atividades físicas. É saudável buscar alternativas que sejam compatíveis com as suas preferências individuais.

E o jiu-jitsu é um esporte de luta que pode lhe proporcionar o desenvolvimento da flexibilidade, força, coordenação, concentração, reflexos rápidos e muito mais. Isso significa mais saúde e qualidade de vida.

Se você ficou interessado neste esporte então movimente-se procure uma academia mais próxima de você e se informe! Faça uma boa escolha e bons treinos.

Fonte: saudesporte.com.br

PetraMedicina Campinas

4 bons motivos para você praticar esportes coletivos

Ok, você já sabe que fazer exercícios fazem bem, mas você conhece as vantagens extras de praticar modalidades como basquete ou vôlei?

Te ajuda a se entrosar no trabalho

A sua vida profissional, por exemplo, pode ganhar muito com a prática. Jogar um esporte coletivo com seus colegas pode ajudar sua equipe toda a se entrosar no ambiente do trabalho. É isso que defende Luiz Dantas, professor da Escola de Educação Física e Esporte da USP: “As pessoas aprendem a se mobilizar por um objetivo comum”. Te aproxima do chefe… e do estagiário!

A prática esportiva entre pessoas que trabalham juntas cria um momento não só de descontração, como de um novo tipo de relação. “Se você for assistir a uma partida de futebol entre colegas de empresa, vai ver que é um espaço em que todos são iguais”, diz o professor. Esse novo vínculo, ainda que temporário, pode aliviar as tensões vindas do ambiente corporativo.

Seu ciclo de amizades vai ampliar

Um dos maiores benefícios quando começamos a praticar um esporte é que fazemos amizades. Seus parceiros de treino e jogo podem ter profissões e vidas distintas, mas um interesse em comum. Aproveite isso para fortalecer os laços: marque partidas em parques ou quadras diferentes e, depois, estiquem para tomar um açaí (ou até uma cerveja para refrescar, né?). Tem ainda outra vantagem. Muita mulher bonita pratica, por exemplo, tênis (fica a dica…)

Você se mexe mais

Quase todos os esportes coletivos trabalham tanto membros superiores quanto inferiores, como pernas, glúteos, coxas, abdome e músculos do tronco e dos braços. Também promove agilidade, por causa da movimentação intensa, e melhora o reflexo, o equilíbrio e a força.

Fonte: vip.abril.com.br

PetraMedicina

Novidade: A maior trilha do mundo!

Comemorando o aniversário de 150 anos do Canadá, está prevista a inauguração da The Great Trail, a maior trilha do mundo! Exclusiva para ciclistas e pedestres, a rota terá 24 mil quilômetros de estradas e trilhas, dos quais 21 mil já estão prontos. Trechos que já são destinos famosos de ciclistas, como a Trans Canadá, estão incluídos na rota, que ligará 15 mil comunidades. Em um mapa interativo no site, o turista poderá encontrar, por meio de localizador, o endereço mais perto de onde está para chegar a algum ponto da pista.

 

Fonte: revistabicicleta e thegreattrail.ca

PetraMedicina

Viajar faz bem à saúde, revela pesquisa: 7 benefícios

Mais um motivo para programar sua próxima viagem!

Além de fazer bem para descansar, aumentar a alegria e ampliar conhecimentos, tirar alguns dias para passear também faz bem para a saúde.

É o que mostra uma pesquisa britânica, feita pela Nuffield Saúde e Agências de viagens Kuoni Trave.

O levantamento diz que o hábito de viajar ajuda o turista a se desligar dos problemas e do estresse do dia a dia.

E isso contribui para melhorar a pressão arterial, o sono, e reduzir níveis de glicose no sangue.

“O estudo mostra, que as férias não só nos fazem com que nos sintamos bem, mas que, na verdade, nos ajudam a ser mais saudáveis”, comenta a psicoterapeuta Cristine Webber, que participou da pesquisa juntamente com a Nuffield Saúde e Kuoni Trave.

 

Veja quais são os 7 benefícios de viajar – para a saúde – e aproveite para planejar seu próximo passeio!

  1. Reduz nível de estresse
  2. Melhora a qualidade do sono
  3. Reduz a pressão arterial
  4. Diminui os níveis de glicose no sangue
  5. Melhora a forma física
  6. Aumenta os níveis de energia
  7. Melhora o humor

Fonte:  Só Notícia Boa

PetraMedicina

Hidratação no inverno

Durante o inverno, é comum as pessoas sentirem menos sede e reduzirem o consumo de líquidos. Entretanto, os médicos orientam que a boa hidratação também é fundamental nesse período, para que o organismo possa repor as perdas e evitar doenças típicas da estação, incluindo as associadas às vias respiratórias, por exemplo.

A baixa umidade do ar, que predomina durante os meses de frio, acentua ainda mais a necessidade do consumo de líquidos, já que o ar seco pode causar ressecamento da pele e mucosas, agravando estados de gripe e alergias.

Crianças e idosos devem receber atenção especial, pois são mais vulneráveis à desidratação. Da mesma forma, pessoas que praticam atividade física ao ar livre, ou que trabalham muito tempo na rua, estão mais expostas ao clima seco e ao acúmulo excessivo de poluição.

Os nutricionistas afirmam que a água continua sendo o melhor líquido para hidratar o corpo, mas ela deve ser filtrada ou mineral. Contudo, chás, sopas e outros alimentos quentes também podem ser considerados boas escolhas no inverno.

Sopas feitas com verduras, legumes e cereais integrais, além de hidratar, contribuem para a ingestão de vitaminas, minerais, fibras e uma variedade de outros componentes.

A quantidade diária recomendada de líquidos varia de pessoa para pessoa, de acordo com idade, sexo, intensidade de atividade física e outros fatores. Por outro lado, a nutricionista Marcia Nacif* explica que, de modo geral, aconselha-se a ingestão diária de 35 ml de água por quilo de peso para adultos saudáveis. Assim, uma mulher de 60 kg deveria consumir cerca de 2,1 L de água por dia.

O Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, incentiva as pessoas a ingerirem, no mínimo, dois litros de água por dia (seis a oito copos) preferencialmente entre as refeições. De acordo com o Guia, suco de fruta fresca ou polpa congelada, sem a adição de açúcar, também equivalem a uma porção de água.

Para manter o corpo hidratado no inverno, a dica é ter à mão uma garrafa de água mineral e uma térmica com chá quente. Aproveite para experimentar novos sabores e testar receitas que misturam frutas e especiarias, como canela e gengibre.

 

*Marcia Nacif é nutricionista, especialista em Nutrição Hospitalar, mestre em Nutrição Humana Aplicada e doutora em Saúde Pública pela USP. Atua como professora dos cursos de Nutrição do Centro Universitário São Camilo e da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Fonte: nestle.com.br

PetraMedicina

Saiba como se proteger da mudança de temperatura ao longo do dia

É importante evitar sair de um lugar quente para um frio sem um agasalho.
Contra o tempo seco, médicos explicam que é preciso beber muita água.

Sabe quando o dia começa com um friozinho, mas logo esquenta durante a tarde e quando chega a noite, esfria de novo?

Essas variações de temperatura em um único dia podem ser extremamente agressivas principalmente para quem tem as vias respiratórias mais sensíveis ou sofrem de problemas como asma, sinusite, bronquite ou rinite, por exemplo. Por isso, é importante tomar alguns cuidados para se proteger do ar seco e das mudanças bruscas do tempo nessa época do ano. Entre as recomendações mais importantes, estão beber muita água e ter também sempre um agasalho por perto.

O ideal, segundo a otorrinolaringologista Tanit Sanchez, é aquele feito de mistura de fibras sintéticas (poliéster e poliamida) com naturais (algodão), já que essa combinação ajuda a segurar o calor do corpo nos dias frios e também a evitar que o calor entre nos dias quentes. Há ainda a opção dos tecidos tecnológicos, que são mais eficientes ainda nesse processo.

Fora o agasalho, é importante também ter por perto objetos para proteger o pescoço e que, em situações de frio intenso, podem ainda ajudar a cobrir o nariz e a boca.

 

O importante, nessas situações, é evitar sair de um lugar abafado para um gelado sem estar bem agasalhado e com o rosto protegido. Por outro lado, aquela recomendação “de mãe” de fechar a janela durante o frio não é muito eficiente já que deixar o ambiente fechado e sem circulação pode favorecer a transmissão de doenças pelo ar e pelo contato.

Os médicos explicaram ainda que, contra o ar seco, é preciso se manter sempre hidratado. A dica, para isso, é ter sempre na bolsa um soro fisiológico para o nariz, uma garrafa de água e também algumas frutas que tenham muita água, como por exemplo, a mexerica.

Dentro de casa, é importante ainda manter o ambiente úmido com umidificadores e também aquecedores que ajudam a evitar esse choque térmico.

Fonte: Bem Estar

PetraMedicina

DICAS PARA MANTER UMA BARBA DE RESPEITO

Deixar a barba crescer é uma escolha que envolve diversos fatores, principalmente o genético. Não adianta querer uma barba volumosa e fechada se os pelos não crescerem corretamente. Vale a pena procurar o dermatologista caso sua barba possua falhas para corrigi-las e, se os pelos crescerem uniformemente, você deve seguir à risca os conselhos a seguir.

 

Evite coçar

Assim que a sua barba começar a crescer, pode ser que ela comece a coçar. Resista à tentação, já que usar as unhas para aliviar a sensação pode ocasionar pelos encravados que, além de incomodar, atrapalham o crescimento dos fios. Usar os produtos pré e pós barba pode te proporcionar uma sensação de conforto por mais tempo, evitando esse incômodo.

O barbear faz toda diferença

Você já deve ter ouvido muito que fazer a barba no sentido contrário faz com que os pelos cresçam mais fortes e mais rápido. Muitos dizem que é mito, mas muitos também afirmam que funciona, e com os homens aqui da Men’s funcionou! A dica é umedecer bastante os pelos com água morna antes do barbear, pra que eles fiquem mais macios e maleáveis.

Quantas vezes devo aparar a barba?

Isso depende de como a sua barba cresce e qual o tamanho de barba você quer atingir. Barbas curtas devem ser aparadas a cada duas semanas, mais ou menos, enquanto as longas podem ficar mais tempo sem esse corte, de três semanas a um mês. No começo, o ideal é que você vá duas ou três vezes a um barbeiro para moldar o desenho da barba até que ele esteja do jeito que você quer.

 

 

Não deixe a barba crescer descontroladamente

Deixar a barba longa é algo que demanda certo trabalho, não adianta deixá-la crescer descontroladamente até chegar no tamanho que você quer.  É preciso cuidar do desenho dos pelos regularmente. As laterais, por exemplo, costumam crescer muito mais rápido, por isso o ideal é aparar frequentemente com uma maquininha elétrica ou com uma tesourinha e pente para barba.

Limpe bem a sua barba!

Não importa o tamanho, a barba suja fica com um aspecto horrível. Se você pensa que só aquela aguinha do banho já vai deixar a barba limpa, está muito enganado. A barba acumula muitas impurezas, por isso são necessários alguns cuidados específicos. Antigamente usávamos shampoos e condicionadores comuns, ou até mesmo um sabonete neutro para limparmos os pelos faciais. Hoje já contamos com produtos específicos para esse tipo de pelo que costuma ser mais grosso e ressecado. Os shampoos para barba ajudam a remover completamente as impurezas acumuladas durante o dia, deixando a barba limpa, hidratada e prevenindo que os pelos fiquem cheios de frizz e desarrumados.

Apesar de todos os cuidados, minha barba continua com os pelos rebeldes. O que posso fazer para controlá-los?

É normal que mesmo com o uso do shampoo para a barba, os pelos não fiquem completamente controlados no desenho que você escolheu. O uso regular de uma loção para a barba pode ser uma ótima solução.

 

Nada de deixar o bigode caindo na boca

O bigode é uma das partes mais importantes na hora de cuidar da barba. Por ficar muito perto da boca, é a região que mais acumula sujeira durante o dia todo. Por isso, fique atento para  não deixar os fios caídos sobre a boca. Para isso não acontecer, basta aparar o bigode regularmente e penteá-lo para que ele fique no lugar durante o dia. Outra saída é usar uma cera para bigode, para fixar no lugar.

Use um óleo para barba

Os pelos ficam em contato com a poluição, sol, vento, comida… Por isso, costumam ficar danificados e ressecados com o tempo. O uso de um óleo para a barba diariamente ajuda a repor os nutrientes dos fios, garantindo que a barba fique hidratada e com aparência saudável. Mas, cuidado: não passe o óleo na raiz dos fios. Isso pode deixar a pele oleosa e colaborar no surgimento de espinhas.

Fonte: Men’s Market

PetraMedicina

Hidrate sua pele neste inverno!

Para evitar o ressecamento, é preciso apostar em cremes, loções e pomadas. Saiba como escolher o produto certo para você

No inverno, a nossa pele pede por mais hidratação. Mesmo sem perceber, perdemos bastante água para o ambiente e ela precisa ser reposta no nosso corpo. Mas qual é a melhor opção: loção, gel, creme ou óleo? Conversamos com a dermatologista Samantha Enande para desvendar os rótulos e acertar em cheio no produto que vai salvar a sua pele. Confira!

Em primeiro lugar, você vai precisar de um produto para o rosto e outro para o corpo. “A concentração é diferente e o de corpo é mais espesso. Se você usar no rosto, pode causar o aparecimento de acne”, explica a Dra. Samantha. Para usar na face, se a sua pele for oleosa, prefira os hidratantes de toque seco, específicos para esse tipo. Já a mista e a seca podem apostar nas loções ou creme.

Já para o corpo, fuja dos óleos corporais. “Eles são ótimos para deixar a pele aveludada e criar uma camada que impede que ela perca água, mas não penetra e hidrata as células”, avisa a dermatologista. É uma opção apenas se o intuito é deixar um perfume ou a sensação de toque aveludado mesmo!

Manteigas: normalmente, esse tipo de creme é mais espesso, então, é bom para quem não se incomoda com a sensação “besuntada” que ele causa.

Óleos: combinados com o hidratante são válidos, pois aí sim hidratam e evitam a perda de água, além de deixar o toque da pele aveludado.

Ácido hialurônico: ele tem ação hidratante quando menos concentrado. Isso porque “rouba” a água que fica entre as células para repor dentro delas.

Uréia: são poderosos hidratantes, considerados emolientes. Eles “separam” a queratina que fica na camada protetora e, por isso, fazem com que a água penetre mais. Mas atenção: concentrações muito altas podem irritar a pele.

Fonte: mdemulher.abril.com.br      Por Gabriela Kimura

PetraMedicina

Aumente o seu metabolismo!

Veja 5 exercícios que vão deixar seu metabolismo a mil

A velocidade com que as calorias são gastas no nosso organismo é determinada geneticamente. No entanto, ela pode ser aumentada por meio da prática de exercícios físicos, que tornam esse gasto mais ou menos expressivo de acordo com sua intensidade e duração.

Segundo o nutricionista e doutor em fisiologia Ricardo Zanuto, dependendo do exercício e da forma como ele é realizado, é possível não só intensificar o gasto calórico durante a atividade, mas também estender esse processo por algumas horas após o treino.

Confira os cinco principais exercícios físicos listados pelo especialista para aumentar o metabolismo:

Lutas. ‘Estão no primeiro lugar do pódio’, comenta Ricardo. ‘O boxe, Muay Thai e MMA, por exemplo, promovem um grande gasto de energia por movimentarem muitos músculos e pela alta intensidade’, explica. Segundo ele, em uma hora de aula o aluno chega a queimar 800 kcal.

Corrida. Correr por 30 minutos a 80% da frequência cardíaca máxima pode consumir cerca de 600 kcal. Isso acontece porque a atividade movimenta grandes grupos musculares. ‘Além disso, quanto mais tempo durar a corrida, maior vai ser a liberação de hormônios como o glucagon, adrenalina e cortisol, que irão promover grandes gastos energéticos por até duas horas após o término do treino’, esclarece.

Bicicleta. Também aumenta a liberação do glucagon e da adrenalina que, segundo explica o fisiólogo, promovem maior utilização da gordura como fonte de energia, o que é a melhor opção para quem quer emagrecer. Uma pedalada de 30 minutos feita com a frequência cardíaca em 80% chega a gastar algo em torno de 500 kcal.

Musculação. ‘É um ótimo exercício físico para o aumento de massa muscular, porque estimula a produção de testosterona e a diminuição do cortisol’, explica Ricardo. O gasto calórico durante o treino não é tão alto (cerca de 300 kcal), mas o aumento da massa magra ajuda a acelerar o metabolismo de repouso e intensificar o gasto calórico de atividades do cotidiano.

Dança. Por fim, a dança movimenta um grande número de músculos e é uma ótima opção não só para quem quer diminuir alguns centímetros, mas também relaxar do estresse do dia a dia e se divertir. Uma hora de aula queima, aproximadamente, 350 kcal.

Alimentação

Ricardo explica que o consumo de carboidratos é fundamental para a pessoa que pratica exercícios físicos, já que são a principal fonte de energia para o corpo.

“De maneira geral, no pós-treino, a alimentação correta pode potencializar a queima de calorias e é fundamental para a recuperação do corpo. Aposte em alimentos proteicos com baixo teor de gordura, como peixes e carnes magras”, orienta.

Fonte: VIX por Marianna Feiteiro

PetraMedicina